Bastidores da Concorrência entre empresas de ônibus e companhias aéreas - Capitulo 2

Antes de adentramos sobre a questão da disputa entre os modais de forma simples e objetiva, recorremos a ilustração a seguir, que mostra umas retrospectiva sobre as duas pontes de ligação entre as metrópoles, tanto rodoviária como aérea. Trajeto SÃO PAULO-RIO DE JANEIRO. Temos a entrada da Azul em 2009, só que a companhia aérea opera VIRACOPOS-SANTOS DUMONT.


Adentrando sobre a questão principal, Palhares prevê um real disputa entre empresas de ônibus e companhias aéreas no seguinte trecho:


Para o turismo brasileiro realmente crescer, a sociedade terá que incentivar de uma forma ou de outra o transporte aéreo de baixo custo (ou mesmo o charter). Isso porque, além do poder de compra do brasileiro ser baixo, os vôos com baixa tarifa passam a competir com o transporte rodoviário, com a vantagem de ser bem mais rápido, o que, em última instancia, permite a possibilidade de viagens de curta duração, tais como em finais de semana prolongados, ou mesmo dividir as férias em mais de um período consecutivo. (PALHARES, 2002, p.154)


O Primeiro aspecto desta concorrência a ser considerado é o passageiro. Para dados estatísticos sobre este público, recorremos a um case da GOL Linhas Aéreas que almejava entrar no mercado baseado nesta realidade



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Vaga para Melhor Idade nos ônibus rodoviários do Estado de São Paulo

Linhas Interbairros de Sorocaba

A reputação das empresas de ônibus vista pelo site Reclameaqui.com - Operadoras da rota rodoviária Rio São Paulo